Because to talk about work need not be boring and to talk about amenities need not be shallow.

Porque para falar de trabalho não é preciso ser chato e para tratar de amenidades não é preciso ser raso.
logo
"O futuro da Nação passa pela administração".

Administrar é planejar, saber identificar oportunidades,  organizar recursos, direcionar esforços,  gerenciar riscos, gerar resultados, criar e implantar estratégias.

Um administrador sabe gerar e ler dados, analisar cenários e gerência as partes interessadas. 

Para administrar você estuda liderança,  motivação,  negociação,  poder, tomada de decisão,  psicologia,  conhecimento,  economia,  estatística ….

Varias pessoas acupam cargos adminitrativos, porém administrar de verdade ñ é p/ qualquer um.

Parabéns a todos que aceitam esse desafio e assumem para si a capacidade de gerar valor!
Inteligência x Mapa cognitivo
Nem sempre o senso comum aponta para direção certa, ele geralmente procura atalho,  segue o caminho mais fácil. A maioria respalda-se em si mesma, busca apoio p/ reforçar suas percepções e ignora os sinais que levam a dúvida,  mesmo que eles versem sobre produtividade, sustentabilidade ou qualidade.
O HOMEM E A MÁQUINA
Empreender não é poesia - PEGN | Marcelo Nakagawa
"Atualmente Sua Mente Atua Ou Mente?"
Parece óbvio, mas as inversões são imensas.
Vejo pela minha própria área: administração.
Bons administradores investem pesado em conhecimento e se dedicam a vida inteira a aprender como produzir mais e melhor com menos recursos. Como gerar mais valor e se destacar servindo melhor ao cliente. Como criar reputação e se posicionar no mercado.
Parece balela, mas isso é real e o motivo é simples: LUCRO!
Muitas pessoas abominam essa ideia, porém ela é bastante lucida.
Quando uma empresa lucra, ela movimenta toda uma cadeia produtiva. Mais lucro significa mais dinheiro no mercado, mais investimento, mais impostos pagos, maior geração de emprego e renda, mais fornecedores fechando negócios melhores, melhores produtos, melhores serviços, valorização do território, etc. Parece-me bastante justo que mais lucro também signifique mais riqueza para quem se esforçou para produzir isso.
O que me choca é que boa parte da máquina pública, esse aglomerado de serviços que nós somos consumidores diretos e principais acionistas (nós financiamos tudo isso!) seja administrado pelas mais estapafúrdias carreiras.
A pessoa pode ser um excelente professor, teórico, cientista politico, sociólogo, dentista, ou o que for, mas nada disso faz dela um administrador.
E ao invés de contratar na equipe pessoas com essa formação para assessorá-la a gerir devidamente os recursos públicos o que muitas vezes ocorre é uma farta promoção de analfabetos administrativos, burocratas e puxa sacos. Se para conseguir uma colocação no mercado você precisa se especializar porque para conseguir um cargo público é necessário apenas bajular e mobilizar pessoas? Deveria haver alguma regulação nesse sentido para impedir absurdos.
É admissível que a pessoa não saiba tudo, um militante da saúde é provavelmente um médico, mas para gerir um recurso público deveria ter na equipe um administrador e orientá-lo para atingir objetivos que melhorassem a saúde. Administração é isso: planejar e atingir objetivos fazendo bom uso dos recursos.

E continuamos pagando essa conta estúpida.
Objetivos x Metas:
Embrace what makes you unique!